Notícia

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas
Sexta, 13 Março 2020 20:00
UNIÃO E SOLIDARIEDADE

Seprev e Itec trabalham para modernização do projeto Rede Acolhe

Nova logomarca e modificações no ambiente virtual estão entre as novidades

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Além da modernização do sistema encabeçada pela gerência de desenvolvimento, a Ascom Itec está desenvolvendo a nova logomarca da Rede Acolhe Além da modernização do sistema encabeçada pela gerência de desenvolvimento, a Ascom Itec está desenvolvendo a nova logomarca da Rede Acolhe Ascom Itec
Texto de Isaac Moraes

A Rede Acolhe, projeto da Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev) completou dez anos de existência e atuação em Alagoas e se prepara agora para aperfeiçoamentos e melhorias em seu sistema, que contemplem a evolução do trabalho e possam continuar atendendo cada vez melhor á sociedade, com auxílio junto às pessoas em situação de dependência química.

A Rede atua nos eixos da prevenção, recuperação e reinserção social para homens e mulheres dependentes de álcool e outras drogas a partir dos 12 anos de idade, em consumo ativo e que tenham vulnerabilidade social e desejo de abstinência, não possuindo comorbidade física ou mental grave em atividade que inviabilize sua permanência no ambiente de tratamento. Todo o projeto é consentido pelo usuário e pela família.

O Instituto de Tecnologia em Informática e informação (Itec) está sendo o responsável, em parceria com a Seprev, por atualizar o sistema e criar a nova logomarca da Rede, por intermédio da sua assessoria de comunicação.

“Com início da Rede Acolhe em 2009, vimos a carência de um sistema mais moderno, que atendesse melhor as necessidades do serviço. Tendo em vista que o Itec é um órgão de renome e com profissionais de muita competência, iniciamos essa parceria. Aproveitando esse clima de mudança, decidimos por dar uma nova forma, também, à nossa logomarca, que está sendo criada pela assessoria de comunicação do Itec” explicou Julyanna Lima, Psicóloga da Superintendência de Políticas sobre Drogas da Seprev.

“Basicamente, nós estamos realizando a atualização do sistema, que irá sanar vários problemas, utilizando hoje tecnologias livres como Python, Django, que são a linguagem e o framework que nós trabalhamos, respectivamente, e que vão trazer grandes benefícios para a Seprev, uma vez que o sistema atual que eles utilizam estava bastante desatualizado, trazendo alguns transtornos para o acolhimento e para a recepção desses dependentes nos centros de atendimento da Rede Acolhe” disse Diogo Buíque, analista do Itec.